24
out

Documentário Sonhe Mais

Categorias: Arte

Todos nós temos sonhos! Alguns sonham com viagens, outros com uma casa própria. Uns sonham com uma carreira promissora, outros sonham em simplesmente ter o que comer. Dos mais variados desejos, o fato é que somos todos grandes sonhadores. E é a possibilidade de realizar esses sonhos que torna a vida interessante, como já dizia Paulo Coelho.

E se os sonhos pudessem se tornar reais? O post de hoje é exatamente sobre isso: expectativas, desejos, solidariedade… Porque tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado. Aleksander Aragão acreditou nisso e resolveu realizar o desejo de uma avó que cuida sozinha de seus netos, sob condições precárias de sobrevivência. O resultado foi um documentário emocionante e um videoclipe que leva a mensagem de que podemos sonhar e tornar não somente os nossos sonhos reais, mas também os sonhos das pessoas ao nosso redor.

documentario-sonhe-mais-aleksander-aragao

 

Aleksander Aragão é um jovem de 22 anos, nascido em Campina Grande – PB. Ele está concluindo o curso de Arte e Mídia na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Desde cedo, demonstrou interesse por arte e mídia. Ainda na adolescência, já adorava tirar fotos, gravar vídeos e fazer teatro. Amava estudar sobre esses assuntos e, ao descobrir que em sua cidade existia um curso universitário que unia esses conteúdos, decidiu se dedicar a estudar para passar no vestibular.

——

“O curso é mais abrangente do que eu imaginava, estudamos fotografia, cinema, música, animação, artes plásticas, teatro, entre outras coisas. Durante o percurso, vamos vendo com que área nos identificamos mais e vamos focando nossos projetos naquilo. No meu caso, o interesse maior: o audiovisual.”

sonhe-mais-daniela-araujo-couver-aleksander-aragao

O TCC em Arte e Mídia é chamado de Projeto Multimídia. Além da monografia, os alunos do curso têm que preparar um projeto midiático que vai muito além da escrita. Eles precisam colocar em prática tudo aquilo que aprenderam durante o curso. No caso do Aleksander, a ideia de seu projeto surgiu de sua própria experiência com outros trabalhos sociais.

“Ainda muito jovem tive várias experiências com projetos sociais através da igreja que eu frequentava e sempre me identifiquei com este tipo de trabalho. Ao entrar no curso de Arte e Mídia, pude perceber que eu poderia usar tais ferramentas para mobilizar pessoas a respeito de temas relevantes na sociedade. O Projeto Sonhe Mais surgiu ainda no 7° período, onde eu então decidi que iria realizar os sonhos das pessoas que não possuem perspectivas de concretizá-los. As ideias foram surgindo aos poucos. A realidade das crianças que trabalham nos sinais de Campina Grande era algo que me incomodava bastante e decidi usar isso futuramente como combustível no meu projeto. A música Setembro, da cantora Daniela Araújo, também chegou no momento certo, porque foi através dela que eu tive a ideia central do trabalho: criar um documentário e um videoclipe abordando os sonhos das famílias que vivem na periferia. Dessa forma, eu estava usando o tema e as áreas que eu mais me identificava.”

O encontro de Aleksander e a família de Dona Romana se deu por intermédio da professora Márcia Patrício, que lecionou durante oito anos na cidade de Alagoa Nova – PB. Alguns netos de Dona Romana foram alunos dela, então Márcia conhecia bem a realidade da família. Quando ele falou sobre o seu projeto, ela logo se lembrou de Romana e o levou para conhecê-la.

documentario-sonhe-mais-daniela-araujo

Mas pra tornar esse projeto real, foram necessários muitos recursos, esforço e perseverança. A tarefa não era fácil, mas com a ajuda da família e de alguns amigos do curso, em 4 meses, Aleksander conseguiu concluir o documentário e o videoclipe Sonhe Mais.

As dificuldades foram inúmeras. Quando falamos de um projeto acadêmico, logo sabemos que o orçamento precisa ser baixo. Por outro lado, seria impossível criar duas mídias desse porte com uma boa qualidade tendo um baixo custo. Então a primeira dificuldade foi o valor do produto. Porém vários patrocinadores se levantaram e acreditaram no projeto. Também foi bastante desafiador fazer a gravação na casa de Dona Romana, as pessoas queriam ver o que estava acontecendo e nós precisávamos do maior silêncio possível. Nas gravações do videoclipe, o maior desafio da equipe foram as locações. Como a maioria das cenas foram gravadas na cidade de Campina Grande, precisamos de autorização para filmar na rua, no museu, e tudo isso requereu muito esforço e cuidado, mas no final tudo deu certo.”

gravacao-do-videoclipe-sonhe-mais-aleksander-aragao

“Que essa mensagem chegue aonde eu não consigo chegar e que o AMOR mova os corações das pessoas. Vamos nos tornar realizadores de sonhos!

Sobre a experiência de ver seu projeto ganhando tanta projeção, Aleksander diz que é INACREDITÁVEL! O documentário ganhou uma repercussão maior do que ele podia imaginar. Foi reconhecido pela cantora Daniela Araújo, pelo site Rede Super e por emissoras de TV. Esse documentário está rompendo as barreiras da Paraíba e alcançando pessoas do Brasil inteiro.

“Quando fazemos algo com amor, dedicação e simplicidade, nós não ficamos ansiosos enquanto ao reconhecimento daquilo. O principal objetivo desse projeto foi ajudar não só a família de Dona Romana, mas todas as pessoas que se vêem desmotivadas dos seus sonhos. A mensagem foi bem clara: independente do que você passe, a primavera vai chegar!

E a primavera chegou para Dona Romana e suas crianças! Com o alcance do projeto, várias pessoas estão se mobilizando para a concretização do sonho dessa família. Eles já ganharam alimentos, roupas e brinquedos, mas falta algo primordial: um lar. A meta agora é conseguir material de construção ou arrecadar um quantia significativa para a obra e mobília da casa. As doações estão sendo feitas através do site Vakinha.


projeto-sonhe-mais-aleksander-aragao

Quando perguntado sobre o significado que a família de Dona Romana representa hoje pra ele, Aleksander afirma que eles são como uma nova família.

“Quase todo projeto acadêmico, e especialmente o TCC, tem começo, meio e fim. O meu não (rsrs). O final só quem pode dizer é Deus. Essa família se tornou nosso alvo. Não poderíamos simplesmente chegar, gravar e ir embora. Só descansaremos quando o sonho maior da família for realizado.

documentario-sonhe-mais-aleksander-aragao

“Convido vocês a assistirem esses vídeos, mas não somente assistir: SENTIR! A partir do momento em que você se colocar no lugar dessa família, você, assim como eu, não conseguirá dormir sem ao menos ajudar em algo. Enquanto nós temos o conforto do nosso lar e todas as regalias que a nossa vida nos oferece, Dona Romana luta a cada dia para sobreviver nessa precária realidade. O vídeo já tem vários acessos e compartilhamentos, porém ainda não conseguimos um valor suficiente para construção da casa. Vamos nos unir, vamos doar, um, dois, dez, cem reais, seja quanto for, juntos somos mais fortes! Você conhece alguém que está desistindo de algum sonho, de ter fé, ou de acreditar que algum dia aquilo que ela tanto deseja pode se realizar? Envie esse projeto para ela, talvez através dessa mensagem ela possa perceber que vale a pena não desistir. Obrigado a todos que irão tornar essa mensagem ainda mais conhecida, o mundo precisa de mais pessoas assim.” 

Se você ficou curioso pra ver o resultado final do documentário e do vídeoclipe Sonhe Mais, prepare o seu coração e assista os vídeos abaixo:

 

 

Espero que vocês tenham gostado de conhecer esse projeto tão especial! O Aleksander é um amigo muito querido e eu estou orgulhosa de seu projeto e, principalmente, dessa iniciativa tão humana, que é ajudar uma família a ter condições de vida melhores. Se você quiser mais informações sobre o Projeto Sonhe Mais, acesse a fanpage aqui.

 Beijos e até a próxima!

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

15
out

Entrevista com o artista visual EDUARDO ROSBERG

Categorias: Arte

“Toda criança é um artista.

O problema é como permanecer artista quando cresce.”

 

Começo o post de hoje com essa citação atribuída a Pablo Picasso. Dia desses descobri essa frase e refleti um pouco sobre ela, afinal, é bem verdade que enquanto crianças, não temos vergonha alguma de expressar nossos gostos, experiências, emoções e sentimentos através da arte.

Esse meu momento reflexivo me vez lembrar de um artista e amigo que admiro muito: Eduardo Rosberg. Ele é cearense, super talentoso e descobriu sua vocação profissional ainda criança. Foi daí que tive a ideia de convidá-lo a responder algumas perguntas sobre o seu trabalho e o universo das artes visuais. O resultado você confere agora:

eduardo rosberg

  • QUEM É EDUARDO ROSBERG?

EDUARDO: Uma pessoa tranquila, reservada, que além de gostar de artes, gosta de ler de tudo um pouco, principalmente assuntos relacionados ao cristianismo. Uma pessoa privilegiada porque, pela graça de Deus, encontrou em Cristo Jesus a salvação.

  • COMO E QUANDO VOCÊ SE DESCOBRIU COMO ARTISTA?

EDUARDO: Desde muito cedo, antes de frequentar a escola. Meu pai era desenhista de uma empresa chamada Delrio, ele tinha um conjunto de canetas nankim que trazia do trabalho. Lembro-me que eu ficava esperando ele todo dia, no final da tarde, para poder usar estas canetas. Acho que a caneta nankim foi minha primeira experiência com material artístico. Como qualquer criança, eu só queria rabiscar algo, me sentia muito feliz usando aquele material. Eu era apenas uma criança que encontrou no ato de desenhar a diversão. Desde que me lembro, o desenho sempre fez parte da minha vida.

  • QUAIS SÃO AS SUAS PRINCIPAIS INFLUÊNCIAS?

EDUARDO: Vários. A arte impressionista de Monet, o realismo de Victor Meirelles, as paisagens de William Turner… Dentre tantos estilos, o que mais me atraiu foi estilo barroco, o modo como o pintor holandês Rembrandt retratava as pessoas era fantástico.

  • ALÉM DE DESENHO E PINTURA, VOCÊ REALIZA ALGUM OUTRO TIPO DE TRABALHO? 

EDUARDO: Sim. Trabalho com serigrafia, alguns trabalhos como designer gráfico também.

  • PAISAGENS, CENÁRIOS, OBJETOS, PESSOAS… O QUE VOCÊ MAIS GOSTA DE ILUSTRAR? 

EDUARDO: Pessoas. A maior parte dos meus trabalhos são retratos de pessoas. As linhas do rosto, textura da pele, expressão… Pinto paisagens também, mas para mim, nada se compara a retratar a vida manifestada na imagem de um ser humano.

eduardo rosberg pintura menina

  • VOCÊ FEZ ALGUM CURSO PARA LAPIDAR SEU TALENTO?

EDUARDO: Não. Apenas treinando e observando as formas.

  • ME FALA UM POUCO SOBRE AS SUAS TÉCNICAS. QUAIS OS MATERIAIS QUE VOCÊ MAIS UTILIZA? 

EDUARDO: Desenho: Gosto de variar os estilos. O que mais faço são desenhos realistas, utilizando grafite sobre papel texturizado. Também utilizo um estilo diferente de desenho, mas com caneta, aonde procuro fazer o desenho sem tirar a caneta do papel, dando um efeito de rabiscado.

Pintura: Pinto retratos realistas com tinta óleo, e com tinta acrílica também, mas prefiro a tinta a óleo porque o tempo de secagem é maior e facilita o trabalho.

desenho feito de caneta eduardo rosberg

  • QUAL O DESENHO OU PINTURA QUE MAIS DE DEU TRABALHO PARA FAZER?  

EDUARDO: Uma pintura de 110cm x 90cm, chamo este quadro de Torre de Babel. Passei dez meses para terminá-la. É uma pintura a óleo, ela retrata a separação dos povos, descrita em Gênesis, da Bíblia Sagrada.

torre de babel eduardo rosberg

  • QUAIS SÃO OS SEUS PLANOS PARA O FUTURO EM RELAÇÃO AO SEU TRABALHO? 

EDUARDO: Participar mais ativamente de exposições e eventos relacionado a arte. Também ensinar desenho e pintura.

 

  • POR ÚLTIMO, DEIXE UMA MENSAGEM PARA OS NOSSOS VISITANTES, QUE ASSIM COMO VOCÊ, AMAM O UNIVERSO DAS ARTES VISUAIS. 

EDUARDO: As artes visuais é um dos mais poderosos meios de comunicação, é uma linguagem universal. Não precisa necessariamente desenhar ou pintar com uma perfeição realística para criar uma boa obra de arte. Uma técnica simples, mas bem elaborada e criativa, tem um poder de transmitir uma sensação tão forte quanto uma obra bastante técnica. Acredito que todos nós somos (em parte) artistas. As crianças, em sua maioria, gostam de desenhar e pintar porque se expressam e criam o seu mundo particular, os artistas são as crianças que continuaram insistindo no seu mundo.

 

Eu amei preparar esse post e espero muito que vocês tenham gostado. Ao Eduardo Rosberg fica o meu desejo de muito sucesso e agradecimento por tão gentilmente ter me concedido essa entrevista. Fiquem agora com mais alguns lindos desenhos desse grande artista:

10352986_671246646344899_634968436222115901_n

12080379_720844134718483_296631205866339129_o

12095215_720844508051779_748520277517827182_o

12113492_720844411385122_8396632740759879063_o

 

 

Se você curtiu e quer acompanhar de perto o trabalho do Eduardo, aqui seguem os links dele:

Facebook – Site – Youtube

Me encontre também aqui:

Facebook ❤ Instagram ❤ Pinterest

Helen Dutra - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017