01
jan

Meus livros lidos em 2015

Categorias: Livros

Hello people!

Como foi a virada de ano de vocês? Espero que tenha sido maravilhosa! Estou muito grata por todas as coisas que fiz em 2015 e uma delas é o assunto do post de hoje.  Na verdade, eu queria ter compartilhado isso com vocês antes do fim do ano, mas com tantos afazeres, acabei não conseguindo.

livros

Trata-se da minha meta literária 2015. Eu tinha me proposto a ler um livro por semana, mas não consegui cumprir a meta. Se tivesse sido mais disciplinada desde o início, certamente conseguiria. Acho que não é tão difícil assim. Porém, eu não fiquei chateada, pelo contrário, estou muito feliz com o resultado, pois nunca tinha lido tanto em um ano. Li aproximadamente dois livros por mês, e você pode conferir os títulos e as resenhas na lista abaixo:

 

 

01 – A Seleção – Kiera Cass

 

02 – A Elite – Kiera Cass

 

03 – A Escolha – Kiera Cass

 

04 – A Herdeira – Kiera Cass

 

05 – Contos da Seleção – O Príncipe e o Guarda – Kiera Cass

 

06 – A garota que você deixou para trás – Jojo Moyes

 

07 – A última carta de amor – Jojo Moyes

 

08 – Como eu era antes de você – Jojo Moyes

 

09 – Um mais um – Jojo Moyes

 

10 – Extraordinário – R.J. Palácio

 

11 – Plutão – R.J. Palácio

 

12 – O Pequeno Príncipe – Antonie Saint Exupéry

 

13 – Quem é você, Alaska? – John Green

 

14 – Fiquei com o seu número – Sophie Kinsella

 

15 – Procura-se um marido – Carina Rissi

 

16 – Perdida – Carina Rissi

 

17 – Encontrada – Carina Rissi

 

18 – Um estranho no espelho – Sidney Sheldon

 

19 – Milagres Invisíveis – Bianca Toledo

 

20 – Morra por mim – Amy Plum

 

21 – As 100 +: O guia de estilo que toda mulher fashion deve ter – Nina Garcia

 

22 – A estratégia de estilo – Nina Garcia

 

23 – O gênio da Zara – Covadonga O´Shea

 

24 – Pequeno livro de estilo – Ana Vaz

 

25 – Pequeno livro de etiqueta – Ana Vaz

 

Foi um ano de ótimas leituras. Gostei especialmente de “Como eu era antes de você“, a série “A Seleção” e “Procura-se um marido“. E vocês,  o que andaram lendo em 2015? Tem algum livro especial? Vou adorar saber. ?

 

 

 

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Um super beijo. Feliz ano novo!

16
dez

Resenha | Procura-se um marido – Carina Rissi

Categorias: Livros

Eu tinha muitas expectativas antes de começar a leitura de Procura-se um Marido. Já tinha ouvido falar várias vezes nesse livro e já tinha visto resenhas em diversos blogs e canais do YouTube. Já tinha até feito propaganda pras minhas amigas dizendo que o livro era muito bom, e eu ainda nem tinha lido! Parece até que eu já o amava antes mesmo de lê-lo. A ansiedade só chegou ao fim depois que eu ganhei um exemplar de presente num amigo secreto e simplesmente não consegui me frear. Em poucos dias devorei esse chick lit maravilhoso, com personagens apaixonantes e a narrativa incrível da Carina Rissi.

Título: Procura-se um marido / Autor (a): Carina Rissi / Editora: Verus / Páginas: 476

 Skoob: Adicione / Compre: Buscapé / Minha avaliação: ★★★★★

Sinopse: Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. 

Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel.

Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou.

Procura-se um marido (4)

A história gira em torno de Alicia, uma garota rica, livre, inconsequente e que aparentemente leva uma vida perfeita. Vida essa que muda drasticamente com a inesperada morte de seu Narciso, o avô que ela tanto ama e a única pessoa da família que ela tem na vida, já que seus pais faleceram quando ela era apenas uma criança.

Logo no início da trama, Alicia descobre que perdeu muito mais que um avô. Perdeu também toda a regalia que tinha e agora terá que trabalhar como assistente de secretária na empresa que deveria ser dela. Tudo isso porque no testamento que o avô deixou, está claro que Alicia é incapaz de assumir seu império, devendo portanto, estar casada há mais de um ano para poder tocar na sua herança.

“Não tenho namorado, não acredito na instituição do casamento, não vou me casar só porque meu avô quer.” Página 27

—-

Alicia até tenta se adaptar a sua nova rotina de assalariada, mas cansa facilmente das andanças de ônibus e de ser tratada de forma grosseira pelos outros funcionários da empresa de seu avô. Então, num momento de desespero, ela põe um anúncio no jornal à procura de um marido de aluguel. E é nesse momento que a vida de Alicia, novamente, muda por completo.

“-Mari, aconteceu uma catástrofe! – chorei ao telefone.

-Ah, não! O que foi? Você está bem? Claro que não está bem, que pergunta imbecil! Você está ferida? O que aconteceu? Fala, criatura! – cuspiu ela, sem parar para respirar.

-Me apaixonei pelo meu marido! – gemi.” Página 223

Não estou contando spoilers, a verdade é que o título do livro é bem previsível. Alicia casa com Max, o único pretendente descente que respondeu ao anúncio. Ela vai morar no apartamento dele (em quartos separados, tá?), eles estabelecem regras de convivência para se suportarem (inclusive nenhum contato físico), mas inevitavelmente Alicia se apaixona por ele ao longo dos dias. E eu não a culpo, afinal, Max é tão Maximus (quem já leu vai entender o termo) que é impossível não se apaixonar por alguém como ele.

Procura-se um marido (2)

Você pode até pensar que a graça do livro acaba aí e que o restante é muito previsível, mas não. NÃO mesmo! É aí que fica melhor! Porque uma hora Alicia decide esquecer Max, outra hora ela faz de tudo para conquistá-lo. Isso sem contar no mistério do testamento e em todas as confusões em que ela se mete, tudo isso narrado com muito bom humor. Eu ria horrores lendo o livro e em alguns momentos, ficava com aquele sorriso bobo de apaixonada, até parece que era eu quem estava vivendo tudo aquilo!

Enfim gente, estou realmente contento a empolgação pra falar do Max. O cara é PERFEITO demais (em todos os sentidos, amigas). Lindo, sarado, inteligente, trabalhador, dedicado à família e mais, muito mais…

“- Você é igual a ninguém que eu conheço. – Seu polegar deslizou pela lateral de meu rosto, até alcançar meu queixo. – É como se cada pouco que descubro sobre você me fizesse querer saber mais, ver mais, entender mais. É enlouquecedor! – ele sacudiu a cabeça.

-Não sei se isso foi um elogio…

-Estou falando sério, Alicia. Eu… eu estou encantado com a mulher que descobri em você.” Página 308

Procura-se um marido (1)

O livro é todo narrado em primeira pessoa, pela Alicia, de modo que a gente consegue se apegar aos personagens muito rápido. A única coisa que me incomodou um pouco durante essa leitura foram alguns errinhos encontrados no livro. Eu até pensei que fosse algum problema na impressão do meu exemplar, porque às vezes faltavam parágrafos indicando diálogos, outras vezes faltavam hifens em palavras que precisaram ser separadas, sabe? Mas mesmo assim, não houve nada no mundo que me fizesse largar esse livro. Os personagens são maravilhosos! Alicia tão impulsiva e doidinha, porém se mostrou tão frágil e apaixonada, sem contar que amadureceu muito ao longo da história. Mari, a melhor amiga que todo mundo quer ter, tão divertida e pronta para ajudar. Vô Narciso, que amava a neta incondicionalmente. Max dispensa comentários… ele é perfeito demais pra ser real: romântico, esforçado, carinhoso, atencioso e com uma pegada que… ai meu coração!!!

Vocês acham que seria muito redundante dizer que AMEI o livro? Sério, é que eu tô com dúvidas se deixei isso claro. De qualquer forma, fica a indicação pra você que quer conhecer autores nacionais, rir e se deixar apaixonar por uma linda história de amor.

Me contem aqui se vocês já leram (por favor, vamos fofocar!)

Ou se pretendem ler (por favor, leiam pra gente fofocar!) 🙂

 

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Um beijo grande, tchau!

30
nov

Contos da Seleção – O Príncipe e o Guarda – Kiera Cass

Categorias: Livros

Vocês já devem ter percebido que os livros da Kiera Cass tem ganhado um espaço especial aqui no blog. Isso porque eu me apaixonei perdidamente por essa série e só vou descansar quando conseguir ler todos os livros. Dessa vez, vou falar sobre os Contos da Seleção, que mostra um pouco da história de A Seleção e A Elite, narrados pelo ponto de vista de Maxon e Aspen, respectivamente.

Contos da seleção 01

Sinopse: Os dois contos que se passam no universo criado por Kiera Cass, autora da trilogia A Seleção, agora estão disponíveis em edição impressa. Em O príncipe e O guarda, o leitor pode acompanhar de perto os pensamentos e emoções dos dois homens que lutam pelo amor de America Singer.

Antes de America chegar ao palácio, já havia outra garota na vida do príncipe Maxon. O conto O príncipe não só proporciona um vislumbre das reflexões de Maxon nos dias que antecedem a Seleção, como também revela mais um pouco sobre a família real e as dinâmicas internas do palácio. Descobrimos como era a vida do príncipe antes da competição, suas expectativas e inseguranças, assim como suas primeiras impressões quando as trinta e cinco garotas chegam.

Para America, a vida antes da Seleção também era muito diferente. A começar pelo fato de que ela estava completamente apaixonada por um garoto chamado Aspen Leger. Criado como um Seis, ele nunca imaginou que acabaria se tornando membro da guarda do palácio. Em O guarda, acompanhamos Aspen a partir do momento que o grupo de trinta e cinco garotas da Seleção é reduzido para a Elite, conhecemos sua rotina dentro das paredes da casa da família real – e as verdades sobre esse mundo que America nunca chegou a conhecer.

Contos da seleção 02

O primeiro conto é o do príncipe Maxon, e ele começa antes de acontecer a Seleção. Nesse conto, entendemos um pouco do relacionamento de Maxon com sua a família, sua “amizade” com uma garota chamada Daphne e, principalmente, suas expectativas e dúvidas quanto ao concurso. Depois, a Seleção começa e somos apresentamos à mesma história do início da série, o que pode parecer cansativo, mas acreditem, não é. Pelo contrário, saber dos mesmos acontecimentos narrados agora por um outro personagem é mais prazeroso ainda, porque podemos tirar outras conclusões sobre a história. No meu caso, só fez triplicar o meu amor por Maxon. Sempre achei o príncipe perfeito e não escondo que ele é o meu preferido!

 

“…Evidentemente, America era alguém que eu precisaria conquistar, e isso levaria tempo. Mas eu começaria naquele exato momento.” Maxon, página 55

 

“Sorria comigo mesmo pensando em America. Comparava-a com as outras. Ela era linda, ainda que um pouco rústica. Era uma beleza incomum, e pude reparar que ela não tinha consciência disso. Ela não parecia ter nenhum ar de realeza, embora talvez houvesse algo de nobre em seu orgulho. E, claro, ela não nutria qualquer desejo por mim. Ainda assim, não conseguia me livrar do impulso de ir atrás dela.” Maxon, Página 75

 

” – O senhor deve gostar mesmo dela – Seymour disse enquanto saía, empurrando a arara pelo corredor. 

Não respondi, mas pensei nisso ao fechar a porta. Havia algo nela… Mesmo seu jeito de não gostar de mim era atraente. Não pude evitar um sorriso.” Maxon, página 86

Contos da seleção 03 o príncipe e guarda

O conto narrado por Aspen acontece em meio à Elite, naquele momento “conturbado” do livro, em que America fica super fragilizada com o destino de Marlee e com o suposto caráter falso de Maxon. Aspen está cada vez mais decidido a reconquistar America e faz questão de demonstrar o quanto a ama. Pela visão do guarda, também temos a oportunidade de entender o funcionamento do palácio, já que é a primeira fez que um funcionário narra a história. Também vemos o quanto ele é uma pessoa boa, o quanto se importa com as outras pessoas, como seus colegas soldados, sua família e as criadas de América. Mesmo assim, ainda sou só amores por Maxon!

“Não sabia explicar. Não existiam palavras grandes o suficiente para conter o que eu sentia por ela. Nem mesmo eu conseguia entender tudo aquilo.” Aspen, Página 138

“Não sei se posso desfazer minhas escolhas, Meri. Não sei se voltaremos a ser como antes. Mas não vou deixar de tentar. Eu vivo por você – disse, dando de ombros. – Você é a única coisa pela qual eu já quis lutar.” Aspen, Página 193

 

O livro ainda conta com três capítulos de A Escolha, as árvores genealógicas de America, Aspen e Maxon  (e alguns comentários da autora), as playlists oficiais de A Seleção e A Elite (muito massa!), a lista das castas, uma lista completa de todas as selecionadas e uma entrevista com Kiera Cass sobre a série (achei o máximo!). Ou seja, se você é fã da série, provavelmente vá amar essa edição!

Acho que nem preciso mencionar o quanto recomendo essa leitura, né?

Não deixem de me contar o que vocês acharam 🙂

 

 

ONDE COMPRAR:

Amazon – AmericanasCulturaSubmarino

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Um super beijo e uma ótima semana!

Páginas«1 ...181920212223242526... 30»
Páginas«1 ...181920212223242526... 30»

Helen Dutra - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019