15
abr

Viagem: Rio de Janeiro – RJ

Categorias: Nacionais, Viagens

Se tem um lugar que todos sonham conhecer é o Rio de Janeiro. E não é pra menos, a cidade merece mesmo o status de Cidade Maravilhosa. É muito fácil se apaixonar pelo lifestyle carioca; as pessoas simpáticas e solícitas em ajudar, o jeito despojado de se vestir, uma caminhada pelo calçadão de Copacabana, um passeio de bicicleta em volta da Lagoa, um piquenique no Jardim Botânico, um pôr do sol no Pão de Açúcar e aquele clima de férias o ano inteiro. Dá vontade de ficar por lá.

Rio de Janeiro

Essa foi a minha primeira vez no Rio e basicamente fiz os principais passeios, até porque foi uma viagem curta, mas amei todos eles e quero voltar para explorar outros lugares e também conhecer melhor a gastronomia da cidade. Vou enumerar aqui uma lista de lugares que conheci e aproveito para compartilhar minhas impressões com vocês :

 

01 – Pão de Açúcar

Pão de Açucar

Esse foi o passeio que mais gostei de fazer. Dá pra passar um dia inteiro lá, tem restaurantes, lojas, quiosques, espaço cultural e a vista lá de cima é de ficar babando. Fico passada com a estrutura criada em cima de um morro tão alto, é impressionante! E dá um pouquinho de medo quando o bondinho está subindo, mas vale a pena encarar.

Pão de Açúcar

Tem mais informações sobre preços e horários no site http://www.bondinho.com.br/, mas é importante lembrar que meia entrada só é garantida para moradores da cidade do Rio de Janeiro.

 

02 – Cristo Redentor

Cristo Redentor

O Cristo Redentor é uma das paradas obrigatórias no Rio, afinal ele está lá de braços abertos todos os dias para receber os turistas do mundo inteiro. Se você for de trem, pela Estrada de Ferro, sugiro que você separe uma tarde inteira para esse passeio. Só o trajeto subida e descida demora quase uma hora, fora o tempo que você fica esperando o trem e fora o tempo que você fica lá em cima tentando tirar uma boa foto (o que é quase impossível). O bom é que o trem atravessa a floresta e você pode ir vendo o Parque Nacional da Tijuca pela janela.

Cristo Redentor

Já no morro, você pode subir até a Estátua por elevador ou por escada rolante. O espaço também conta com restaurantes, lojas e uma capela.

Site do Cristo Redentor e Corcovado: http://www.corcovado.com.br/

 

03 – Jardim Botânico 

Jardim Botânico - RJ

O Jardim Botânico é tão lindo! É uma ótima opção de passeio em família e também uma locação excelente para fotos. Lá dentro você encontra museu, espaço cultural, parque infantil, centro de pesquisas, um lugar charmosinho pra fazer um lanche e claro, uma infinidade de plantas. A dica é: vá sem pressa e com um tênis confortável!

Jardim Botânico

Site do Jardim Botânico: http://www.jbrj.gov.br/

 

04 – Lagoa Rodrigo de Freitas

Lagoa Rodrigo de Freitas

A Lagoa Rodrigo de Freitas é a cara do Rio. Ela é rodeada por ciclovia e pista para caminhada. É um ótimo lugar para dar uma corridinha, praticar esportes, fazer fotos ou simplesmente levar a criançada para brincar. Tem estacionamento, pedalinhos, quiosques para comprar lanche e também um Shopping com cinema, restaurantes, bares e mais. A vista de lá também é linda!!!

Rio

Site do Shopping Lagoo: http://www.lagoon.com.br/

 

05 – Escadaria de Selarón 

Escadaria de Selaron

A Escadaria de Selarón fica localizada na Lapa, bairro boêmio do Rio. Ela é um charme, toda revestida com mosaicos de ladrilhos de cerâmicas, feita pelo artista chileno Jorge Selarón.

Não há muito o que fazer por lá, a não ser fotos. E eu não demorei muito porque já tinham me alertado para ter cuidado e, de fato, o local não parece ser seguro. Há estação de metrô nas proximidades, o que facilita o acesso.

Escadaria de Selarón

Bati muita perna por lá, porém ainda voltei com uma lista de várias outras atividades que quero fazer na próxima ida ao Rio, isso inclui conhecer o Parque Lage, a Pedra do Arpoador, a Biblioteca Nacional, saltar de asa-delta (será se eu encaro? Me cobrem!) e tantas outras coisas…

 

* Onde Comer:

Das minhas experiências gastronômicas na cidade, uma que vale a pena mencionar é o Rota 66, na Tijuca.

É um restaurante tex-mex bem badalado por lá. Aos finais de semana tem fila pra entrar, então é bom se programar direitinho porque pode demorar um pouco. Fui à filial da movimentada Praça Varnhagen, onde tem vários bares ao redor. O ambiente é todo decorado com posters de época, as porções são bem servidas e muito gostosas, o cardápio bem variado tanto na parte de comidas, quanto de bebidas, o custo é razoável e não há estacionamento. Como estava lotado, o atendimento acaba não sendo dos melhores, mas mesmo assim gostei e indico a experiência.

Rota 66

Minhas fotos de lá não ficaram muito boas, então roubei essas da Internet.

Site: www.restauranterota66.com.br

* O que eu mais curti:

A cidade é geograficamente privilegiada, amei esse contraste entre morros e praias, além de ser muito bem arborizada. As pistas são ótimas e as ruas bem limpas. Observo tudo! rs

Botafogo

Vista do Botafogo Praia Shopping

No mais, achei muito fácil andar por lá. Quando meu amigo não podia nos levar a algum lugar, nós íamos de táxi, de metrô, de ônibus ou até a pé mesmo. Andei muito esses dias, mas acho super legal explorar a cidade com o que ela tem a oferecer. Táxi é o que não falta por lá e o metrô pra mim, que moro em Fortaleza, é um luxo!

Os cariocas foram muitos simpáticos em ajudar e a cidade é sempre cheia de turistas de todas as partes do mundo. É super comum ver gringos por todos os lados.

Enfim gente, sou só amores pelo Rio.

Me falem vocês!

Beijos!

27
mar

Viagem: Um dia em Pipa – RN

Categorias: Nacionais, Viagens

Oi, gente!

Hoje eu estava revendo algumas fotos e encontrei umas de Pipa, viagem rápida que fiz no mês passado e decidi compartilhar um pouquinho com vocês minhas impressões sobre o lugar.

pipa rn

Eu e um grupo de amigos estávamos na Paraíba, numa viagem que fazemos uma vez por ano para visitar uns amigos de lá. Na verdade, essa viagem inclui Campina Grande, João Pessoa e Natal. Depois posso falar melhor sobre esse tour em outro post.

Saímos de João Pessoa numa terça-feira pela manhã rumo ao Rio Grande do Norte. Estávamos meio que “sem destino”, porque poderíamos ter voltado pra casa, poderíamos ter ficado em Natal, mas resolvemos conhecer Pipa.

Estava chovendo, era carnaval e tudo estava lotado. Foi difícil encontrar uma pousada com vaga para 13 pessoas (sim, a gente anda em bando), mas por fim, encontramos uma bem simples, porém confortável, com piscina e com Wi-fi (!!!! :D). O nome da Pousada é Casa da Simone.

Na praia, fizemos uma passeio maravilhoso de lancha! Custou R$30,00 por pessoa e teve duração de uma hora. Foi muito divertido! Teve três paradas: uma pra ver os golfinhos, uma pra mergulhar e outra pra conhecer a Praia do Amor. No fim da tarde, fizemos uma caminhada guiada por um morador local, a fim de ver o pôr do sol. Filmei um pouquinho:

Deu pra perceber que eu fiquei super emocionada quando vi os golfinhos? kkkkk Eles são lindos e essa foi a primeira vez que vi pessoalmente!

Pipa RN

Pipa me lembra muito Jericoacoara, tem muito artesanato, aquelas lojinhas fofas que ficam abertas até tarde, as ruas não pavimentadas e estreitas dão um charme especial.

Pipa 2015

Comércio

Pipa 2015

Não deixe de levar pra casa um pouco do artesanato local.

Pipa 2015

A maioria das lojas aceita cartão de crédito $$

Pipa 2015 Osklen em Pipa

Encontrei uma Osklen por lá, só não tive coragem de comprar haha!

Há muitas opções de restaurantes, pizzarias, gelaterias, lanchonetes e bares, desde o mais simples ao mais requintado. À noite, eu comi no Quatro Estações, o local é bem charmosinho, aconchegante e o pastel delicioso! Ainda deu tempo de conhecer a Igreja Bola de Neve, assisti uma parte do culto e achei bem animado.

Pipa 2015

4 Estações: simples, mas muito gostoso.

Gente, lá também oferece serviços de caixas eletrônicos, mas tentamos e nenhum funcionou, então fica a dica de levar $$ em espécie pra não passar por nenhum “perrengue”.

A noite em Pipa é bem animada, não sei se devido ao feriado. Uma moradora nos contou que geralmente o carnaval de lá é bem tranquilo, as pessoas vão pra lá em busca de sossego. A brincadeira mesmo começa na quarta feira de cinzas, ao contrário da maioria das cidades, porque já que o destino é totalmente turístico, os moradores trabalham todos os dias do feriado e só folgam na quarta. E a festa por lá é feita com os homens vestidos de mulheres e as mulheres vestidas de homens.

Minha passagem por Pipa só durou um dia, então eu não aproveitei muito, mas sei que tem muitas opções de passeios. A dica é planejar com antecedência. Nos sites abaixo, vocês encontram informações importantes, como hospedagem, esportes, serviços, eventos e mais:

http://www.pipa.com.br/

http://www.pipaonline.com.br/index.php

 

Já quero voltar outra vez e aproveitar melhor esse paraíso!

Um beijo e até a próxima!

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

20
mar

Dica de Leitura: O Livro Negro do Estilo – Nina Garcia

Categorias: Livros

Hello people!

Essa é mais uma dica para quem adora uma leitura fashionista. Já indiquei aqui um outro livro da Nina Garcia, e esse aqui segue o mesmo estilo, com as ilustrações lindas de Ruben Toledo e com o bom humor da autora que me conquistou.

Confesso que não me sentia muito atraída pela capa do livro (porque eu sou dessas que compram o livro pela capa), mas após  ler sobre ele em alguns blogs, me senti na obrigação de tê-lo na minha mini biblioteca de moda.

O livro negro do estilo Nina Garcia

Após definir os cem itens indispensáveis no guarda-roupa feminino, Nina Garcia está de volta para ajuda-la a criar os looks que combinam com você. Em O livro negro do estilo, a autora de  100+  mostra que estar na moda não é apenas seguir tendências, mas assumir um estilo que esteja de acordo com sua personalidade. As fontes de inspiração podem ser várias, desde filmes e estrelas de cinema até as coleções de estilistas famosos como a consagrada Coco Chanel e o contemporâneo Marc Jacobs. Nina ensina a cultivar o bom gosto, oferecendo dicas sobre como combinar cores e texturas e estar impecável em cada ocasião.

O livro é curtinho, divido em seis capítulos, onde a autora incentiva a leitora a ser sua própria musa, a não ser refém das tendências, a aprender usar a moda valorizando seu corpo e seu estilo pessoal.

O livro também contém um rápido resumo dos nomes mais badalados por cada década, desde os anos 20 até os anos 2000, além de ter um capítulo inteiro de entrevistas com personalidades do mundo fashion, como Oscar de La Renta, Carolina Herrera e Michael Kors. Nina Garcia ainda ensina o que vestir em determinadas ocasiões e lista vários filmes e músicas que, de alguma forma, envolvem a moda e podem servir como fontes de inspiração. Tudo isso com uma linguagem super descontraída e envolvente!

O Livro negro do estilo

“Se existe algo de absoluto em relação ao estilo é o fato de você ser a responsável por si mesma o tempo todo.” Página 27

Eu realmente adoro esse leitura, e SUPER indico a qualquer mulher que deseja estar sempre elegante. É o tipo de livro que você pode consultar a qualquer momento, quando se vai a um casamento, a uma entrevista de emprego e até quando se está grávida. Ele sempre vai te ajudar.

Se vocês já leram esse livro, me falem aqui o que acharam. E se ainda não leram, corram pra comprar porque ele é muito lindo! 😉

ONDE COMPRAR:

AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Pinterest ❤ YouTube

Um beijo grande!!!

Páginas«1 ...6667686970717273»

Helen Dutra - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017