22
nov

Resenha | O beijo traiçoeiro – Erin Beaty

Categorias: Livros

Pra quem gosta de livros envolvendo espionagem e mistério, apresento-lhes O beijo traiçoeiro, de Erin Beaty. Esse é o primeiro volume da trilogia Traitor’s, lançado aqui no Brasil pela Editora Seguinte.

Título: O beijo traiçoeiro / Editora: Seguinte / Páginas: 440

Autor (a): Erin Beaty / Skoob: Adicione / Minha avaliação: ★★★

Sinopse: Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada. Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.

Sage Fowler, uma jovem avessa a casamentos e com uma língua bem afiada, está longe de ser considerada uma dama da sociedade para sua época. Ela é descrita como uma mulher inteligente, com uma percepção aguçada, totalmente o oposto das outras damas que a acompanhavam.

Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e parte em uma comitiva junto com outras damas da nobreza afim de participar de um evento onde acontecem uniões matrimoniais entre grandes famílias. Porém o que a nossa protagonista não previa era ser recrutada para trabalhar como espiã e ajudar a desvendar uma possível conspiração em torno do reino. E quando ela menos espera, está envolvida em mais do que poderia imaginar, inclusive se apaixonar.

Sendo bem sincera com vocês, quando vi o livro pela primeira vez e li a sinopse fiquei bastante empolgada, porém quando comecei minha leitura, tive extrema dificuldade em dar continuidade, pois o início acabou sendo bem confuso pra mim. Não sei se o fato de o livro ser narrado em terceira pessoa, tanto pela perspectiva de Sage quanto pelo ponto de vista dos militares; pois quando esses combatentes começavam a narrar era uma chuva de informações sobre locais, povos e estratégias.

Apesar disso, toda a estratégia que a autora construiu em torno do romance foi de muita inteligência e a parte de espionagem não deixou a desejar, fazendo com que eu me surpreendesse quanto a todo o desfecho do mistério. Então seria mentira se eu dissesse que não fui envolvida do  meio pro fim da história. O final realmente elevou meu nível de adrenalina, principalmente para um primeiro volume.

Finalizo meus comentários sobre O beijo traiçoeiro afirmando que sim, foi uma leitura agradável. Apesar da contextualização confusa do início, aos poucos a leitura decolou de vez e eu já aguardo ansiosa pelo segundo livro da trilogia.  Isso sem falar que o projeto gráfico está muito bonito, eu adorei essa capa e acho que tem tudo a ver com a história. Me despeço recomendando O beijo traiçoeiro. Depois voltem aqui pra me contar como foi a experiência de vocês. Combinado? 😉

“Representamos vários papeis ao longo da vida… isso não faz com que todos sejam mentira”

 

 

ACOMPANHE AS REDES SOCIAIS DO BLOG:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube


Comente aqui!

Helen Dutra - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018