26
ago

Resenha | Obsidiana – Jennifer L. Armentrout

Categorias: Livros

Oi, gente!

A resenha literária de hoje é de Obsidiana, primeiro volume da Saga Lux, escrito por Jennifer L Armentrout e publicado aqui no Brasil pela Editora Valentina. Esse livro é um romance sobrenatural que envolve ação, perigo, amizade, perdas, romance e um alien que tem tudo para ser o seu próximo crush.

 

Resenha livro Obsidiana - Saga Lux (1)

Título: Obsidiana / Série: Saga Lux / Autor (a):  Jennifer L. Armentrout / Editora: Valentina / Páginas: 320 / Skoob: Adicione

Minha avaliação: ★★★★

Sinopse: Começar de novo é um saco.
Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices… Até dar de cara com o meu vizinho gato, alto de dar tontura e com intimidantes olhos verdes. Hummm… os prognósticos estavam melhorando.
Até que… ele abriu a boca.
Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão e aí, bom, algo inesperado acontece.
O alien gato (meu vizinho) me deixa com um rastro.
Você me ouviu bem. ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como lua cheia, e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Deamon, até a magia alienígena desaparecer.
Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro.

Resenha livro Obsidiana - Saga Lux (3)

Após três anos da morte de seu pai, Katy e a mãe se mudam da Flórida para a pequena cidade de Ketterman, em West Virginia. A mãe tinha decidido que elas precisavam recomeçar longe das lembranças do passado e Katy, no auge dos seus 17 anos, agora terá que enfrentar tudo novo. Cidade nova, escola nova, amigos novos, vizinhos novos. Principalmente os estranhos vizinhos novos!

Incentivada pela mãe, que deseja que a filha deixe o computador e os livros de lado e faça novas amizades, Katy vai até a casa ao lado se apresentar e pedir que mostrem o caminho do mercado. É quando ela conhece Daemon Black, um cara com todas as características que as garotas desejam: musculoso, bronzeado, de abdômen tanquinho, olhos verdes e brilhantes, lábios grossos (totalmente beijáveis) e voz grave. Lindo! Mas mesmo com toda essa perfeição, quando Daemon abre a boca, Katy percebe que ele é o tipo de cara que ela precisa manter distância, por mostrar ser arrogante, convencido e um completo babaca.

“Daemon podia ser um gato, mas era um idiota. Um brutamontes”. Página 36

Depois de ser humilhada por Daemon, Katy encontra a irmã dele no mercado, Dee, e as duas logo tornam-se amigas. Dee é linda como o irmão gêmeo, mas muito diferente em termos de simpatia e gentileza. A amizade delas vai ficando mais forte, o que deixa Daemon aborrecido. Ele tenta distanciar as duas, alegando que é para o bem de Dee, e continua tratando Katy com indiferença.

Certo dia, Dee obriga o irmão a passar um tempo com Katy, pra tentar se desculpar pela maneira rude que ele a tratou. Daemon então é forçado a passear com a vizinha, como única condição para receber as chaves do carro de volta que estão com a irmã. Nesse período em que eles se aproximam, Daemon mostra que, por trás de toda aquela arrogância, ele também sabe ser um cara legal e, acima de tudo, está disposto a fazer tudo para proteger as pessoas que ele ama. Sem contar que eles se sentem muito atraídos um pelo outro, porém nenhum dos dois tem coragem de admitir.

“Sempre achei que as pessoas mais bonitas, bonitas de verdade, por dentro e por fora, são aquelas que não têm noção do efeito que causam.  Página 70

Após alguns acontecimentos estranhos, a nossa protagonista começa a desconfiar que o casal de irmãos esconde algo. O segredo então é revelado a ela por Daemon, depois dele salvar a sua vida de um modo sobrenatural. Daemon e Dee são aliens! Eles vieram de um planeta muito distante e agora tentam viver de forma discreta na Terra, para não chamar a atenção de seus inimigos.

O que Katy não esperava é que depois de Daemon salvar a sua vida, ele acabou deixando um rastro nela. Esse rastro é percebido pelos Arum que são inimigos dos Luxen, os “aliens do bem”. Não vou me prolongar muito aqui pra não confundir vocês, mas o que posso adiantar é que nosso casalzinho vai ter que apagar o rastro de Katy, para que todos fiquem seguros. E uma das formas de Katy apagar esse rastro é ficando o máximo de tempo perto do Daemon, o que parece impossível, já que eles não se suportam e vivem brigando, numa eterna relação de amor e ódio. OMG! Imagina no que isso vai dar…

Fazia muito tempo que eu não lia um romance sobrenatural e essa é a primeira vez que eu leio algo sobre aliens. Então nesse sentido, a leitura foi uma novidade pra mim. Obsidiana tem muito o que agradar os fãs desse gênero literário. O livro é fácil de ler e os personagens são super carismáticos. Tá bom… Talvez o Daemon não seja tanto carismático assim, mas quem liga pra isso se o cara é um gato? Haha

Mas falando sério, o que eu mais gostei na protagonista é que ela ama livros e tem um blog literário, e nesse ponto eu me identifico muito com ela. Em diversos momentos da narrativa, eu a via recebendo livros pelo correio, fazendo novas resenhas pro blog ou mesmo gravando vídeos como “Minha caixa de correio”. Eu me diverti muito com isso porque são coisas que fazem parte da rotina de boa parte de nós, né verdade?

“Subi as escadas apressadamente e liguei o notebook. Conferi a resenha que eu tinha publicado na véspera. Nenhum comentário. Odeio todo mundo. Mas ganhei cinco seguidores novos. Amo todo mundo.” Página 130

Outra característica de Katy é que ela está disposta a arriscar a própria vida para manter os amigos em segurança e, por falar em Katy, o livro é todo narrado por ela, em primeira pessoa, de uma maneira leve e divertida.

Resenha livro Obsidiana - Saga Lux (2)

Pra concluir, Obsidiana é o primeiro volume da Saga Lux e claro que eu já quero a continuação dessa história. A edição da Editora Valentina possui orelhas e a diagramação está muito boa. Só me resta recomendar essa leitura a vocês, sobretudo pra quem adora uma história do outro planeta. =)

ONDE COMPRAR:

AmazonAmericanasCulturaSaraiva – SubmarinoValentina

 

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube


Comente aqui!

5 Respostas para "Resenha | Obsidiana – Jennifer L. Armentrout"

Ileana Dafne - 27-08-2016 (19:54)

Oiê, Helen!
Ficou ótima a resenha! Amei os quotes (acho tão difícil me fixar neles rsrsrsrsrs).
Tomara que o segundo seja tão bom ou até mesmo melhor que o primeiro!!
Bjão =*

Responder


Juliana Cirino - 29-08-2016 (15:39)

Oi Helen =]
Nunca li nenhum livro sobre Aliens, acho que não faz muito o meu estilo, mas gosto de livros com blogueiras, justamente por essa identificação hahaha. Então, já está na minha lista xD

Bjs, Ju =***

Responder


Denise Crivelli - 29-08-2016 (20:08)

Oi
que bom que curtiu a leitura, todos falando bem desse livro e quero conferir e o legal é que a protagonista é blogueira literária.
gostei da sua resenha.

momentocrivelli.blogspot.com

Responder


Helen Dutra » Blog Archive » Meta Literária 2016 - 29-12-2016 (01:24)

[…] 10 – Obsidiana – Jennifer L. Armentrout […]


Helen Dutra » Blog Archive » Resenha | Opala – Jennifer L. Armentrout - 06-07-2017 (00:54)

[…] livro de uma série, bom lembrar que a resenha a seguir pode conter spoilers dos livros anteriores, Obsidiana e […]


Helen Dutra - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017