16
ago

Resenha | Quando a noite cai – Carina Rissi

Categorias: Livros

A resenha de hoje é mais um romance da diva do chick-lit nacional, Carina Rissi. Em Quando a noite cai, a autora presenteia seus fãs com um história envolta em mistérios, maldições, lendas e claro, muita paixão.

—-

Título: Quando a noite cai / Autor (a): Carina Rissi / Editora: Verus

Páginas: 476 / Skoob: Adicione / Compre: Buscapé / Minha avaliação: ★★★

Sinopse: Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos… e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar…

Briana é uma moça atrapalhada e com uma tremenda má sorte. Ela precisa muito ajudar sua família financeiramente, mas não consegue durar em emprego nenhum, até o dia em que é atropelada por Gael, um cara lindo, alto, charmoso e que parece ter saído diretamente de seus sonhos.

O fato é que nos últimos cinco anos, Briana sonha todas as noites com um guerreiro irlandês chamado Lorcan e ele se parece muito com o homem que a atropelou. Agora, ela acaba se vendo envolvida em uma nova situação, onde além de conseguir um novo emprego (Gael lhe proporciona essa oportunidade), Briana consegue ficar mais próxima do chefe e tenta entender o porque da sua semelhança com Lorcan.

“Porque quando se ama, por mais impossível que possa parecer, a esperança persiste e você luta até o último suspiro.” Página 237

—-

Quem é leitor do blog já sabe que eu sou super fã da Carina Rissi; adoro todos os outros livros que já li dela e acho viciante a maneira como a autora narra suas histórias. Isso sem mencionar que ela cria os melhores mocinhos da vida, né? Até hoje não tive estrutura emocional pra decidir quem é meu crush preferido e sigo muito apaixonada por Max, de Procura-se um marido; Dante, de No Mundo da Luna; Lucas, de Prometida e claro, Yan, da série Perdida.

Por isso, é com muita tristeza no coração que eu confesso a vocês que Quando a noite cai não me conquistou cem por cento. Entre os motivos, está o fato de eu não ter conseguido me conectar com a narrativa alternada entre sonho e realidade. Eu nunca tive problemas com esse tipo de narrativa que mescla realidade e fantasia ou passagens de tempo, mas nesse livro isso me incomodou bastante. A parte dos sonhos da Briana era cansativa e logo me dava sono; consequentemente eu tive dificuldade de entender as lendas irlandesas, o que considero essencial para a compreensão desse romance.

Os protagonistas também não me cativaram; a verdade é que eu não conseguia aceitar muito bem a relação precoce do casal, principalmente porque Gael era chefe da Briana e eu não admitia o fato do patrão ir assistir filme na casa da nova funcionária que ele conhecia há apenas uma semana, muito menos mandar um motorista particular apanhá-la em casa para levá-la à empresa, isso sem falar que ele não reclamava das inúmeras atrapalhadas que ela causava no trabalho. Eu sei que se trata de uma história puramente fictícia, mas essa relação patrão x empregada fugia muito da normalidade e não passou veracidade ao enredo.

E entre os pontos positivos, destaco o fato da autora ter inserido um pouco do folclore, da mitologia e da cultura irlandesa nessa obra. Apesar de não ter entendido muito as lentas, como falei anteriormente, eu admiro o esforço da autora em ter se mantido fiel a elas.

Lembrando que tudo que estou discorrendo aqui são observações muito pessoais. Tenho certeza de que várias pessoas pensam o contrário, e isso é tão verdade que a maior parte das resenhas que li sobre esse livro foi extremamente positiva. Talvez eu não estivesse no momento certo para mais um romance ou talvez essa leitura tenha sido prejudicada pela minha alta expectativa, não sei. A única coisa que eu sei é que você precisa tirar suas próprias conclusões sobre Quando a noite cai, porque ao contrário do que aconteceu comigo, esse livro pode proporcionar uma leitura maravilhosa para você.

Um super beijo e até a próxima!

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

20
fev

Resenha | No Mundo da Luna – Carina Rissi

Categorias: Livros

No Mundo da Luna: um livro cheio de graça, magia e muita confusão, mas também um amor que rompe todas as barreiras e faz seu coração se derreter. Em mais uma obra da Carina Rissi, passamos a enxergar o mundo através dos olhos da protagonista que em alguns momentos vamos do amor ao ódio por ela.

—-

Título: No Mundo da Luna / Autor (a): Carina Rissi / Editora: Verus / Páginas: 476

 Skoob: Adicione / Compre: Buscapé / Minha avaliação: ★★★★★

Sinopse: A vida de Luna está uma bagunça! O namorado a traiu com a vizinha, seu carro passa mais tempo na oficina do que com ela e seu chefe idiota vive trocando seu nome.
Recém-formada em jornalismo, ela trabalha como recepcionista na renomada Fatos&Furos. Mas, em tempos de internet e notícias instantâneas, a revista enfrenta problemas e o quadro de jornalistas diminuiu drasticamente. É assim que a coluna do horóscopo semanal cai em seu colo. Embora não tenha a menor iJdeia de como fazer um mapa astral e não acredite em nenhum tipo de magia, Luna aceita o desafio sem pestanejar. Afinal, quão complicado pode ser criar um texto em que ninguém presta atenção?
Mas a garota nem desconfia dos perigos que a aguardam e, entre muitas confusões, surge uma indesejada, porém irresistível paixão que vai abalar o seu mundo. O romance perfeito — não fosse com o homem errado. Sem saída, Luna terá que lutar com todas as forças contra a magia mais poderosa de todas, que até então ela desconhecia: o amor.

“Parece que está tudo bem (obrigada!) na sua vida profissional. É hora de sair um pouco por aí e perder a cabeça. Aproveite aquele vestido novo para passear.”  Página 37

O livro conta a história de Luna e Dante. Logo nas primeiras páginas percebemos a que vida da nossa protagonista está “de pernas para o ar”! Ela descobre que seu namorado a traiu com sua vizinha, o carro que ela tanto ama vive mais na oficina do que funcionando e o seu chefe nem ao menos sabe seu nome.

Jornalista recém-formada, Luna trabalha como recepcionista na revista Fatos&Furos, que não anda “bem das pernas” devido a era digital; fora isso, a revista ainda está perdendo boa parte de seus jornalistas para sua maior concorrente. É nesse momento que a coluna semanal de horóscopo cai em suas mãos. Apesar de não saber nem ler um mapa astral e de não acreditar em nada relacionado a magia, Luna aceita o novo desafio, pois vê nele a oportunidade de crescer e ganhar seu espaço na renomada revista.

Mas ela nem desconfia dos perigos que a esperam e que mesmo em meio a tantas confusões surge uma paixão avassaladora capaz de abalar as estruturas do seu mundo.

“Homens são destemidos por natureza, caçam o perigo como um prêmio, mas uma mulher de TPM faz até o Dalai-Lama bater em retirada e se refugiar nas montanhas.” Pagina 118

“Você não devia me abraçar assim – falei,  fechando os olhos.- Desse jeito vou acabar gostando de você mais do que devia.” Pagina 235

O romance era pra ser perfeito, não fosse com o homem errado. Ao se ver sem opções, Luna luta com todas as forças para arrancar de seu peito todo esse sentimento que até então ela desconhecia e com isso acaba se metendo em algumas confusões criadas por que ela mesma. E é exatamente em um desses momentos de “surto” que ela vê sua vida mudar da maneira que sempre sonhou.

Eu não tenho palavras pra dizer o quanto fiquei apaixonada por No mundo da Luna. Eu nunca fui muito fã de autores nacionais mas quando me deparei com a Carina Rissi, foi tipo “amor a primeira leitura”; ela simplesmente se encaixou em todos os meus critérios de leitura. Eu já havia lido outro livro dela, o Procura-se um marido, e já tinha me encantado com sua escrita envolvente. Como esse foi um dos primeiros livros escritos pela autora, eu confesso que fiquei um pouco receosa quanto ao desenrolar da história, mas com o passar das páginas meu amor pelo livro e pelos personagens só foi aumentando.

Por falar em personagens, todos eles são cativantes e, mesmo tendo algumas poucas histórias secundárias, em nenhum momento a autora desviou o foco dos protagonistas e ainda conseguiu com muito estilo e criatividade desenvolver todas as histórias de forma divertida e bem humorada. Eu posso afirmar com todas a letras que esta é sem dúvidas aquele tipo de leitura viciante, em que você não consegue passar um dia sequer sem ao menos ler algumas páginas. Me apaixonei por praticamente todos os personagens, embora em alguns momentos eu tenha sentido vontade de dar “uns tapas” na cara da Luna. E como vocês já devem imaginar, me apaixonei principalmente pelo Dante. Gente do céu, que homem é aquele?! Quem poderia imaginar que por trás daqueles óculos horrorosos se escondia praticamente um “semideus”?

E pra finalizar gostaria de acrescentar que este livro já está na lista dos melhores chick-lits que li na vida. No mundo da Luna é um daqueles livros que você começa a ler com um sorriso no rosto, devora em poucos dicas e fica com aquela sensação gostosa de quero mais. Espero que assim como eu e a Helen, vocês também apreciem muito essa leitura e compartilhem sua experiência conosco!!!

“Se deixar, eu vou te fazer feliz. Muito. Não só porque você merece ou porque desejo isso mais do que qualquer outra coisa, mas porque preciso te fazer feliz.” Pagina 329

 

ACOMPANHE O BLOG NAS REDES SOCIAIS:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Um beijo grande e até a próxima!

13
jan

Resenha | Prometida – Carina Rissi

Categorias: Livros

É com muita alegria e empolgação que eu inicio mais uma resenha de um dos livros da Carina Rissi, essa autora super querida AND talentosa, que provou mais uma vez o quanto sabe criar mocinhos irresistíveis e romances que te prendem desde o primeiro capítulo. Minha dica de hoje é o livro Prometida – Uma longa jornada para casa, o 4° volume da série Perdida, publicado pela Editora Verus.

Título: Prometida / Série: Perdida / Autor (a): Carina Rissi / Editora: Verus / Páginas: 476

 Skoob: Adicione / Compre: Buscapé / Minha avaliação: ★★★★★

Sinopse: Elisa Clarke anda um pouco entediada. Seus dias parecem iguais e os bailes há muito deixaram de trazer algum prazer a ela. Não que seja uma surpresa, pois sempre que ela está presente os eventos se tornam um desastre! E é injusto, já que ela foi uma boa moça a vida toda. Nascida em uma das famílias mais influentes, a jovem aprendeu desde pequena a respeitar as normas sociais e se manter longe de escândalos. Na única vez em que ignorou uma dessas regras acabou noiva. E foi apenas um beijo, ora bolas! Um beijo com o qual Elisa fantasiou desde que conheceu e se apaixonou irrevogavelmente pelo belo e gentil jovem médico e que, como acontece nos contos de fadas, mudou sua vida para sempre. Mas não da maneira que ela esperava. Como consequência, agora está prometida a alguém que a despreza tanto que preferiu viver em outro continente. Tudo o que ela deseja é que as coisas permaneçam assim. Mas Elisa não sabe que seu noivo está a caminho do Brasil, e ela terá de enfrentar o homem cujo coração um dia se viu forçada a partir. Destinados a ficar juntos, mas separados por seus corações, eles se envolverão em uma sinuosa dança marcada por segredos, mágoas do passado, intrigas e uma arrebatadora paixão que colocará em perigo não apenas seus sentimentos, mas a vida de ambos.

Em Prometida, conhecemos a história de Lucas e Elisa. Se você ainda não leu nenhum livro da série, eu te aconselho a fazer a leitura dos livros na ordem certa, pra entender tudo direitinho e não pegar nenhum spoiler. Mesmo assim, eu tentarei não revelar nada aqui que possa estragar a sua experiência de leitura.

Digamos que no livro anterior, Destinado, Elisa parte o coração de Lucas. A irmã de Ian estava apaixonada pelo médico e ele parecida corresponder aos seus sentimentos. Porém, após o pedido de casamento, que acontece depois de uma situação embaraçosa, Elisa acidentalmente vai parar no século 21. Quando retorna ao século 19, a nossa mocinha não pode revelar a Lucas para onde foi, e isso é o bastante para fazer com que ele imagine que ela tenha fugido com outro homem. Mas Elisa prefere que ele acredite que ela o traiu a ter que revelar um segredo de família e isso faz com que o Lucas doce, atencioso e romântico que ela conhecia se torne em um homem amargurado, rancoroso e fechado.

“Como podemos pensar em construir uma vida juntos se você esconde coisas importantes de mim? Se não confia em mim?” Página 157

Apesar de toda essa situação, Lucas decide manter o noivado, mesmo contra a vontade de Elisa. Ele viaja para estudar medicina na Itália e só retorna após 3 longos anos. Lucas está certo de que se casando com Elisa, ele a fará infeliz, e assim ela pagará pela “traição”. Elisa, por sua vez, estaria arruinada se não se cassasse com ele e aceita a situação por zelar pelo bom nome da Família Clark. O que eles menos imaginam é que o sentimento que sentem um pelo outro ainda continua forte e que o casamento só vai fazer com que o amor, o cuidado e a paixão aumentem mais ainda.

—-

“A base de qualquer relacionamento é a confiança. Não se pode amar pela metade, da mesma maneira que não se pode confiar pela metade.” Página 363

Eu estou num estado de felicidade com essa leitura que vocês nem imaginam! Mais uma vez me diverti, sorri e me apaixonei pela escrita cativante da Carina Rissi. Não restam dúvidas de que ela é a criadora de mocinhos mais desejáveis da vida. Não bastava me fazer apaixonar por Max, de Procura-se um marido, por Ian, de Perdida e Encontrada, e por Dante, de No Mundo da Luna. Carina Rissi tinha que criar um médico atencioso, apaixonado, lindo e autor das cartas mais fofas da vida pra fazer meu coração derreter de vez.

Lucas, apesar de estar com o coração despedaçado e de ter magoado muito Elisa, não consegue disfarçar o amor que sente por ela. Elisa, que a princípio parece frágil, ao longo dos capítulos vai provando o quanto é corajosa e leal à família. Ela sacrifica o próprio relacionamento para ver sua família unida e feliz. Isso sem contar que ela está com a língua afiadíssima, haha! Tinha sempre a resposta na ponta da língua nos momentos de briga com o Lucas. E olha que eles passaram boa parte do livro brigando, viu? Os dois são tão cabeça dura que em vez de serem sinceros um com o outro desde o início, escolheram ficar com seus segredos. Mas isso foi bom pra deixar a gente na expectativa e tornar o romance ainda melhor, porque por trás de todo orgulho e segredos, aqueles dois nasceram um para o outro. Isso fica ainda mais claro porque a narrativa é alternada pelo ponto de vista dos dois protagonistas, o que nos proporciona uma visão mais rica da trama. Enquanto Elisa narra em primeira pessoa, os capítulos que mostram a perspectiva de Lucas são contados em terceira pessoa.

“- Pode, por favor, retirar essa carcaça asquerosa do meu quarto?

– O esquilo já foi embora.

– Eu não me referia a ele.” Página 270

Eu também não poderia terminar essa resenha sem dizer o quanto eu fiquei feliz em rever Ian, Sophia e tantos outros personagens carismáticos que acompanhamos desde o primeiro volume da série. Também tivemos a oportunidade de conhecer Samuel, um garotinho que conquistou o coração de todos e já deixou saudades. Mas a boa notícia é que vem aí o 5° livro da série Perdida, dessa vez pra contar a história de Valentina, a melhor amiga de Elisa. Ai meu coração! Já estou aqui na expectativa de que será tão bom quanto os livros anteriores.  —-

— 

“Creio que o amor seja feito disto: liberdade. Todos os dias ter diante de si inúmeras alternativas, mas acabar fazendo sempre a mesma escolha. E eu o escolhia. Escolhi no passado, escolhia agora e escolheria no futuro.” Página 405

 

E por último, me deixem ostentar meu momento tiete de Carina Rissi. A autora esteve lançando o livro aqui em Fortaleza e eu não poderia perder a oportunidade de vê-la pessoalmente. Ela é maravilhosa! Super simpática, atenciosa e um amor de pessoa. Amei conhecê-la!

lancamento-prometida-carina-rissi-em-fortaleza

E por hoje é só. Espero que tenham gostado da dica. Eu recomendo Carina Rissi de olhos fechados. Ler seus livros é ter a certeza de um romance lindo, personagens cativantes e, claro, boas gargalhadas!

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Beijos e até a próxima!

Páginas12

Helen Dutra - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017