20
fev

Resenha | No Mundo da Luna – Carina Rissi

Categorias: Livros

No Mundo da Luna: um livro cheio de graça, magia e muita confusão as também um amor que rompe todas as barreiras e faz seu coração se derreter. Em mais uma obra da Carina Rissi, passamos a enxergar o mundo através dos olhos da protagonista que em alguns momentos vamos do amor ao ódio por ela.

—-

Título: No Mundo da Luna / Autor (a): Carina Rissi / Editora: Verus / Páginas: 476

 Skoob: Adicione / Compre: Buscapé / Minha avaliação: ★★★★★

Sinopse: A vida de Luna está uma bagunça! O namorado a traiu com a vizinha, seu carro passa mais tempo na oficina do que com ela e seu chefe idiota vive trocando seu nome.
Recém-formada em jornalismo, ela trabalha como recepcionista na renomada Fatos&Furos. Mas, em tempos de internet e notícias instantâneas, a revista enfrenta problemas e o quadro de jornalistas diminuiu drasticamente. É assim que a coluna do horóscopo semanal cai em seu colo. Embora não tenha a menor iJdeia de como fazer um mapa astral e não acredite em nenhum tipo de magia, Luna aceita o desafio sem pestanejar. Afinal, quão complicado pode ser criar um texto em que ninguém presta atenção?
Mas a garota nem desconfia dos perigos que a aguardam e, entre muitas confusões, surge uma indesejada, porém irresistível paixão que vai abalar o seu mundo. O romance perfeito — não fosse com o homem errado. Sem saída, Luna terá que lutar com todas as forças contra a magia mais poderosa de todas, que até então ela desconhecia: o amor.

“Parece que está tudo bem (obrigada!) na sua vida profissional. É hora de sair um pouco por aí e perder a cabeça. Aproveite aquele vestido novo para passear.”  Página 37

O livro conta a história de Luna e Dante. Logo nas primeiras páginas percebemos a que vida da nossa protagonista está “de pernas para o ar”! Ela descobre que seu namorado a traiu com sua vizinha, o carro que ela tanto ama vive mais na oficina do que funcionando e o seu chefe nem ao menos sabe seu nome.

Jornalista recém-formada, Luna trabalha como recepcionista na revista Fatos&Furos, que não anda “bem das pernas” devido a era digital; fora isso, a revista ainda está perdendo boa parte de seus jornalistas para sua maior concorrente. É nesse momento que a coluna semanal de horóscopo cai em suas mãos. Apesar de não saber nem ler um mapa astral e de não acreditar em nada relacionado a magia, Luna aceita o novo desafio, pois vê nele a oportunidade de crescer e ganhar seu espaço na renomada revista.

Mas ela nem desconfia dos perigos que a esperam e que mesmo em meio a tantas confusões surge uma paixão avassaladora capaz de abalar as estruturas do seu mundo.

“Homens são destemidos por natureza, caçam o perigo como um prêmio, mas uma mulher de TPM faz até o Dalai-Lama bater em retirada e se refugiar nas montanhas.” Pagina 118

“Você não devia me abraçar assim – falei,  fechando os olhos.- Desse jeito vou acabar gostando de você mais do que devia.” Pagina 235

O romance era pra ser perfeito, não fosse com o homem errado. Ao se ver sem opções, Luna luta com todas as forças para arrancar de seu peito todo esse sentimento que até então ela desconhecia e com isso acaba se metendo em algumas confusões criadas por que ela mesma. E é exatamente em um desses momentos de “surto” que ela vê sua vida mudar da maneira que sempre sonhou.

Eu não tenho palavras pra dizer o quanto fiquei apaixonada por No mundo da Luna. Eu nunca fui muito fã de autores nacionais mas quando me deparei com a Carina Rissi, foi tipo “amor a primeira leitura”; ela simplesmente se encaixou em todos os meus critérios de leitura. Eu já havia lido outro livro dela, o Procura-se um marido, e já tinha me encantado com sua escrita envolvente. Como esse foi um dos primeiros livros escritos pela autora, eu confesso que fiquei um pouco receosa quanto ao desenrolar da história, mas com o passar das páginas meu amor pelo livro e pelos personagens só foi aumentando.

Por falar em personagens, todos eles são cativantes e, mesmo tendo algumas poucas histórias secundárias, em nenhum momento a autora desviou o foco dos protagonistas e ainda conseguiu com muito estilo e criatividade desenvolver todas as histórias de forma divertida e bem humorada. Eu posso afirmar com todas a letras que esta é sem dúvidas aquele tipo de leitura viciante, em que você não consegue passar um dia sequer sem ao menos ler algumas páginas. Me apaixonei por praticamente todos os personagens, embora em alguns momentos eu tenha sentido vontade de dar “uns tapas” na cara da Luna. E como vocês já devem imaginar, me apaixonei principalmente pelo Dante. Gente do céu, que homem é aquele?! Quem poderia imaginar que por trás daqueles óculos horrorosos se escondia praticamente um “semideus”?

E pra finalizar gostaria de acrescentar que este livro já está na lista dos melhores chick-lits que li na vida. No mundo da Luna é um daqueles livros que você começa a ler com um sorriso no rosto, devora em poucos dicas e fica com aquela sensação gostosa de quero mais. Espero que assim como eu e a Helen, vocês também apreciem muito essa leitura e compartilhem sua experiência conosco!!!

“Se deixar, eu vou te fazer feliz. Muito. Não só porque você merece ou porque desejo isso mais do que qualquer outra coisa, mas porque preciso te fazer feliz.” Pagina 329

 

ACOMPANHE O BLOG NAS REDES SOCIAIS:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Um beijo grande e até a próxima!

16
dez

Resenha | Procura-se um marido – Carina Rissi

Categorias: Livros

Eu tinha muitas expectativas antes de começar a leitura de Procura-se um Marido. Já tinha ouvido falar várias vezes nesse livro e já tinha visto resenhas em diversos blogs e canais do YouTube. Já tinha até feito propaganda pras minhas amigas dizendo que o livro era muito bom, e eu ainda nem tinha lido! Parece até que eu já o amava antes mesmo de lê-lo. A ansiedade só chegou ao fim depois que eu ganhei um exemplar de presente num amigo secreto e simplesmente não consegui me frear. Em poucos dias devorei esse chick lit maravilhoso, com personagens apaixonantes e a narrativa incrível da Carina Rissi.

Título: Procura-se um marido / Autor (a): Carina Rissi / Editora: Verus / Páginas: 476

 Skoob: Adicione / Compre: Buscapé / Minha avaliação: ★★★★★

Sinopse: Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. 

Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel.

Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou.

Procura-se um marido (4)

A história gira em torno de Alicia, uma garota rica, livre, inconsequente e que aparentemente leva uma vida perfeita. Vida essa que muda drasticamente com a inesperada morte de seu Narciso, o avô que ela tanto ama e a única pessoa da família que ela tem na vida, já que seus pais faleceram quando ela era apenas uma criança.

Logo no início da trama, Alicia descobre que perdeu muito mais que um avô. Perdeu também toda a regalia que tinha e agora terá que trabalhar como assistente de secretária na empresa que deveria ser dela. Tudo isso porque no testamento que o avô deixou, está claro que Alicia é incapaz de assumir seu império, devendo portanto, estar casada há mais de um ano para poder tocar na sua herança.

“Não tenho namorado, não acredito na instituição do casamento, não vou me casar só porque meu avô quer.” Página 27

—-

Alicia até tenta se adaptar a sua nova rotina de assalariada, mas cansa facilmente das andanças de ônibus e de ser tratada de forma grosseira pelos outros funcionários da empresa de seu avô. Então, num momento de desespero, ela põe um anúncio no jornal à procura de um marido de aluguel. E é nesse momento que a vida de Alicia, novamente, muda por completo.

“-Mari, aconteceu uma catástrofe! – chorei ao telefone.

-Ah, não! O que foi? Você está bem? Claro que não está bem, que pergunta imbecil! Você está ferida? O que aconteceu? Fala, criatura! – cuspiu ela, sem parar para respirar.

-Me apaixonei pelo meu marido! – gemi.” Página 223

Não estou contando spoilers, a verdade é que o título do livro é bem previsível. Alicia casa com Max, o único pretendente descente que respondeu ao anúncio. Ela vai morar no apartamento dele (em quartos separados, tá?), eles estabelecem regras de convivência para se suportarem (inclusive nenhum contato físico), mas inevitavelmente Alicia se apaixona por ele ao longo dos dias. E eu não a culpo, afinal, Max é tão Maximus (quem já leu vai entender o termo) que é impossível não se apaixonar por alguém como ele.

Procura-se um marido (2)

Você pode até pensar que a graça do livro acaba aí e que o restante é muito previsível, mas não. NÃO mesmo! É aí que fica melhor! Porque uma hora Alicia decide esquecer Max, outra hora ela faz de tudo para conquistá-lo. Isso sem contar no mistério do testamento e em todas as confusões em que ela se mete, tudo isso narrado com muito bom humor. Eu ria horrores lendo o livro e em alguns momentos, ficava com aquele sorriso bobo de apaixonada, até parece que era eu quem estava vivendo tudo aquilo!

Enfim gente, estou realmente contento a empolgação pra falar do Max. O cara é PERFEITO demais (em todos os sentidos, amigas). Lindo, sarado, inteligente, trabalhador, dedicado à família e mais, muito mais…

“- Você é igual a ninguém que eu conheço. – Seu polegar deslizou pela lateral de meu rosto, até alcançar meu queixo. – É como se cada pouco que descubro sobre você me fizesse querer saber mais, ver mais, entender mais. É enlouquecedor! – ele sacudiu a cabeça.

-Não sei se isso foi um elogio…

-Estou falando sério, Alicia. Eu… eu estou encantado com a mulher que descobri em você.” Página 308

Procura-se um marido (1)

O livro é todo narrado em primeira pessoa, pela Alicia, de modo que a gente consegue se apegar aos personagens muito rápido. A única coisa que me incomodou um pouco durante essa leitura foram alguns errinhos encontrados no livro. Eu até pensei que fosse algum problema na impressão do meu exemplar, porque às vezes faltavam parágrafos indicando diálogos, outras vezes faltavam hifens em palavras que precisaram ser separadas, sabe? Mas mesmo assim, não houve nada no mundo que me fizesse largar esse livro. Os personagens são maravilhosos! Alicia tão impulsiva e doidinha, porém se mostrou tão frágil e apaixonada, sem contar que amadureceu muito ao longo da história. Mari, a melhor amiga que todo mundo quer ter, tão divertida e pronta para ajudar. Vô Narciso, que amava a neta incondicionalmente. Max dispensa comentários… ele é perfeito demais pra ser real: romântico, esforçado, carinhoso, atencioso e com uma pegada que… ai meu coração!!!

Vocês acham que seria muito redundante dizer que AMEI o livro? Sério, é que eu tô com dúvidas se deixei isso claro. De qualquer forma, fica a indicação pra você que quer conhecer autores nacionais, rir e se deixar apaixonar por uma linda história de amor.

Me contem aqui se vocês já leram (por favor, vamos fofocar!)

Ou se pretendem ler (por favor, leiam pra gente fofocar!) 🙂

 

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Um beijo grande, tchau!

Helen Dutra - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017