05
jun

Resenha | O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint Exupery

Categorias: Livros

Sempre ouvi dizer que O Pequeno Príncipe era o livro que todos deveriam ler pelo menos uma vez na vida. Fazia tempo que queria comprá-lo (e ele é super barato), mas acabava colocando outras leituras em prioridade. Quando finalmente o li, compreendi muitas lições importantes que o autor quis transmitir através de personagens tão encantadores como o Principezinho e o Piloto. A leitura é simples, com uma linguagem de fácil compreensão e com um aprendizado que encanta pessoas de todas as idades, tanto que é um dos títulos mais traduzidos do mundo.

o pequeno príncipe

Título: O Pequeno Príncipe /  Autor (a): Antoine de Saint-Exupéry / Editora: Agir / Páginas: 96 / Onde comprar: Buscapé

Minha avaliação: ★★★★★

Sinopse: O Pequeno Príncipe devolve a cada um o mistério da infância. De repente retornam os sonhos. Reaparece a lembrança de questionamentos, desvelam-se incoerências acomodadas, quase já imperceptíveis na pressa do dia a dia. Voltam ao coração escondidas recordações. O reencontro, o homem-menino.  

DSC05020

Um piloto sofre uma pane no motor do avião e é obrigado a fazer um pouso de emergência no deserto do Saara. Sozinho, ele decide consertar o motor rapidamente, pois só possui água para oito dias. Logo após a primeira noite, depois do piloto ter adormecido na areia, um garoto de cabelos dourados o acorda pedindo que ele lhe desenhe um carneiro. O piloto, surpreso, tentou entender o que aquele homenzinho fazia a quilômetros e quilômetros de distância de qualquer região habitada, mas atendeu seu pedido e desenhou-lhe o carneiro. A partir daí, nasce uma amizade entre a criança e o adulto, e o principezinho começa a narrar suas viagens por vários planetas até chegar a Terra, onde aprende valores como amizade, amor e companheirismo.

o pequeno príncipe

“Mas quando percebemos que se trata de uma planta ruim, é preciso que a arranquemos imediatamente.” Página 21

Esse livro tem uma sensibilidade incrível, não há quem não seja tocado por ele! Em cada planeta que visitava, o principezinho encontrava pessoas comuns, como eu e você, com orgulho, com pressa, solitários, intelectuais, vaidosos, sérios demais, enfim… cada um desses personagens carregados de simbolismos nos leva a refletir sobre nossas vivências e relacionamentos. Uma reflexão que nos lembra a criança que existe em cada um de nós.

“É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros. Se consegues fazer um bom julgamento de ti, és um verdadeiro sábio.” Página 39

o pequeno príncipe

“(…) só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.” Página 70

O livro é ilustrado com aquarelas do autor, o francês Antoine de Saint-Exupéry, que além de escritor e ilustrador, também foi piloto, o que nos leva a crer que ele tenha sido o próprio narrador da história. As ilustrações são bem simples, o que facilita a proximidade com o público infantil. A editora quis mantê-las exatamente iguais às originais deixadas pelo autor.

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.” Página 72

O Pequeno Príncipe é uma leitura é super rápida, dessas que você lê em alguns minutos. Mas não tenha pressa, pegue um marcador e grife suas frases preferidas, leia e releia, pois vale a pena refletir por questões que nos fazem repensar o que realmente importa na vida. Por falar nisso, encerro esse post deixando o trecho que mais me encantou na obra:

“Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo já pronto nas lojas. Mas, como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!” Página 67

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Helen Dutra - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019