13
jan

Resenha | Prometida – Carina Rissi

Categorias: Livros

É com muita alegria e empolgação que eu inicio mais uma resenha de um dos livros da Carina Rissi, essa autora super querida AND talentosa, que provou mais uma vez o quanto sabe criar mocinhos irresistíveis e romances que te prendem desde o primeiro capítulo. Minha dica de hoje é o livro Prometida – Uma longa jornada para casa, o 4° volume da série Perdida, publicado pela Editora Verus.

Título: Prometida / Série: Perdida / Autor (a): Carina Rissi / Editora: Verus / Páginas: 476

 Skoob: Adicione / Compre: Buscapé / Minha avaliação: ★★★★★

Sinopse: Elisa Clarke anda um pouco entediada. Seus dias parecem iguais e os bailes há muito deixaram de trazer algum prazer a ela. Não que seja uma surpresa, pois sempre que ela está presente os eventos se tornam um desastre! E é injusto, já que ela foi uma boa moça a vida toda. Nascida em uma das famílias mais influentes, a jovem aprendeu desde pequena a respeitar as normas sociais e se manter longe de escândalos. Na única vez em que ignorou uma dessas regras acabou noiva. E foi apenas um beijo, ora bolas! Um beijo com o qual Elisa fantasiou desde que conheceu e se apaixonou irrevogavelmente pelo belo e gentil jovem médico e que, como acontece nos contos de fadas, mudou sua vida para sempre. Mas não da maneira que ela esperava. Como consequência, agora está prometida a alguém que a despreza tanto que preferiu viver em outro continente. Tudo o que ela deseja é que as coisas permaneçam assim. Mas Elisa não sabe que seu noivo está a caminho do Brasil, e ela terá de enfrentar o homem cujo coração um dia se viu forçada a partir. Destinados a ficar juntos, mas separados por seus corações, eles se envolverão em uma sinuosa dança marcada por segredos, mágoas do passado, intrigas e uma arrebatadora paixão que colocará em perigo não apenas seus sentimentos, mas a vida de ambos.

Em Prometida, conhecemos a história de Lucas e Elisa. Se você ainda não leu nenhum livro da série, eu te aconselho a fazer a leitura dos livros na ordem certa, pra entender tudo direitinho e não pegar nenhum spoiler. Mesmo assim, eu tentarei não revelar nada aqui que possa estragar a sua experiência de leitura.

Digamos que no livro anterior, Destinado, Elisa parte o coração de Lucas. A irmã de Ian estava apaixonada pelo médico e ele parecida corresponder aos seus sentimentos. Porém, após o pedido de casamento, que acontece depois de uma situação embaraçosa, Elisa acidentalmente vai parar no século 21. Quando retorna ao século 19, a nossa mocinha não pode revelar a Lucas para onde foi, e isso é o bastante para fazer com que ele imagine que ela tenha fugido com outro homem. Mas Elisa prefere que ele acredite que ela o traiu a ter que revelar um segredo de família e isso faz com que o Lucas doce, atencioso e romântico que ela conhecia se torne em um homem amargurado, rancoroso e fechado.

“Como podemos pensar em construir uma vida juntos se você esconde coisas importantes de mim? Se não confia em mim?” Página 157

Apesar de toda essa situação, Lucas decide manter o noivado, mesmo contra a vontade de Elisa. Ele viaja para estudar medicina na Itália e só retorna após 3 longos anos. Lucas está certo de que se casando com Elisa, ele a fará infeliz, e assim ela pagará pela “traição”. Elisa, por sua vez, estaria arruinada se não se cassasse com ele e aceita a situação por zelar pelo bom nome da Família Clark. O que eles menos imaginam é que o sentimento que sentem um pelo outro ainda continua forte e que o casamento só vai fazer com que o amor, o cuidado e a paixão aumentem mais ainda.

—-

“A base de qualquer relacionamento é a confiança. Não se pode amar pela metade, da mesma maneira que não se pode confiar pela metade.” Página 363

Eu estou num estado de felicidade com essa leitura que vocês nem imaginam! Mais uma vez me diverti, sorri e me apaixonei pela escrita cativante da Carina Rissi. Não restam dúvidas de que ela é a criadora de mocinhos mais desejáveis da vida. Não bastava me fazer apaixonar por Max, de Procura-se um marido, por Ian, de Perdida e Encontrada, e por Dante, de No Mundo da Luna. Carina Rissi tinha que criar um médico atencioso, apaixonado, lindo e autor das cartas mais fofas da vida pra fazer meu coração derreter de vez.

Lucas, apesar de estar com o coração despedaçado e de ter magoado muito Elisa, não consegue disfarçar o amor que sente por ela. Elisa, que a princípio parece frágil, ao longo dos capítulos vai provando o quanto é corajosa e leal à família. Ela sacrifica o próprio relacionamento para ver sua família unida e feliz. Isso sem contar que ela está com a língua afiadíssima, haha! Tinha sempre a resposta na ponta da língua nos momentos de briga com o Lucas. E olha que eles passaram boa parte do livro brigando, viu? Os dois são tão cabeça dura que em vez de serem sinceros um com o outro desde o início, escolheram ficar com seus segredos. Mas isso foi bom pra deixar a gente na expectativa e tornar o romance ainda melhor, porque por trás de todo orgulho e segredos, aqueles dois nasceram um para o outro. Isso fica ainda mais claro porque a narrativa é alternada pelo ponto de vista dos dois protagonistas, o que nos proporciona uma visão mais rica da trama. Enquanto Elisa narra em primeira pessoa, os capítulos que mostram a perspectiva de Lucas são contados em terceira pessoa.

“- Pode, por favor, retirar essa carcaça asquerosa do meu quarto?

– O esquilo já foi embora.

– Eu não me referia a ele.” Página 270

Eu também não poderia terminar essa resenha sem dizer o quanto eu fiquei feliz em rever Ian, Sophia e tantos outros personagens carismáticos que acompanhamos desde o primeiro volume da série. Também tivemos a oportunidade de conhecer Samuel, um garotinho que conquistou o coração de todos e já deixou saudades. Mas a boa notícia é que vem aí o 5° livro da série Perdida, dessa vez pra contar a história de Valentina, a melhor amiga de Elisa. Ai meu coração! Já estou aqui na expectativa de que será tão bom quanto os livros anteriores.  —-

— 

“Creio que o amor seja feito disto: liberdade. Todos os dias ter diante de si inúmeras alternativas, mas acabar fazendo sempre a mesma escolha. E eu o escolhia. Escolhi no passado, escolhia agora e escolheria no futuro.” Página 405

 

E por último, me deixem ostentar meu momento tiete de Carina Rissi. A autora esteve lançando o livro aqui em Fortaleza e eu não poderia perder a oportunidade de vê-la pessoalmente. Ela é maravilhosa! Super simpática, atenciosa e um amor de pessoa. Amei conhecê-la!

lancamento-prometida-carina-rissi-em-fortaleza

E por hoje é só. Espero que tenham gostado da dica. Eu recomendo Carina Rissi de olhos fechados. Ler seus livros é ter a certeza de um romance lindo, personagens cativantes e, claro, boas gargalhadas!

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Beijos e até a próxima!

30
dez

Meta Literária 2016

Categorias: Livros

Hello, people!

Não poderia terminar esse ano sem fazer um apurado das minhas leituras por aqui. Segundo o Skoob (me adicionem lá), eu li 29 livros durante 2016. Devo confessar que comecei muitos e ainda não concluí, mas essas leituras eu só vou contar pra 2017, porque não cheguei nem na metade de nenhum desses livros.

Devo confessar também que não ainda não consegui bater minha meta de ler 1 livro por semana, mas bem feliz pela quantidade e qualidade das leituras que andei fazendo. A meta permanece pra 2017. Quem sabe esse seja um ano diferente, né?

Mas sem mais enrolação, essa é a lista de livros lidos em 2016. Os títulos em vermelho são os que têm resenha aqui no blog, clicando neles vocês são direcionados para o post, ok?

 

01 – Aos 7 e aos 40 – João Anzanello Carrascoza

02 – A Herdeira – Kiera Cass

03 – A Moda imita a Vida – André Carvalhal

04 – A Senhora do Jogo – Sidney Sheldon

05 – Bullying – Eu sofri, eu pratiquei, eu hoje conscientizo – Mar’Júnior

06 – Garota Exemplar – Gillian Flynn

07 – Girl Boss – Sophia Amoruso

08 – Mentirosos – E. Lockhart

09 – Nós para sempre – Sandi Lynn

10 – Obsidiana – Jennifer L. Armentrout

11 – O Lado bom da vida – Matthew Quick

12 – O Segredo do meu marido – Liane Moriarty

13 – O Duque e Eu – Julia Quinn

14 – O Visconde que me amava – Julia Quinn

15 – Um Perfeito cavalheiro – Julia Quinn

16 – Os Segredos de Colin Bridgerton – Julia Quinn

17 – Para Sir. Phillip com amor – Julia Quinn

18 – Um beijo inesquecível – Julia Quinn

19 – Minha vida mora ao lado – Huntley Fitzpatrick

20 – Pensei que fosse verdade – Huntley Fitzpatrick

21 – Por lugares incríveis – Jennifer Niven

22 – Prometida – Carina Rissi

23 – Querido John – Nicholas Sparks

24 – Sem olhar para trás – Lycia Barros

25 – Sob a luz dos seus olhos – Chris Melo

26 – Tudo e todas as coisas – Nicola Yoon

27 – Uma história de amor e perseverança – Eyshila

28 – Uma pergunta por dia

29 – Viagens fantásticas pela Bíblia

E vocês, o que andaram lendo esse ano? 😉 Me contem!

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Mil Beijos!

23
dez

Resenha | Tudo e todas as coisas – Nicola Yoon

Categorias: Livros

Me encontro na praia no momento em que começo a rascunhar essa resenha. Parece um lugar meio improvável de se escrever um post para o blog, mas é exatamente aqui que eu mais consigo entender, de certa forma, o drama de Madeline. Aos 18 anos, ela jamais conheceu tudo o que enxergo nesse instante: o mar, a força das ondas, a arreia da praia… Parece tão comum pra gente, mas para ela, estar aqui fora é tudo o que deseja.

Título: Tudo e todas as coisas / Autor (a): Nicola Yoon / Editora: Editora Novo Conceito / Páginas: 304 / Skoob: Adicione

Minha avaliação: ★★★★

Sinopse: “Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.

Em Tudo e Todas as coisas conhecemos Madeline, uma garota prestes a completar 18 anos e portadora de uma imunodeficiência rara, conhecida como “doença da criança na bolha”. Basicamente ela é alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode lhe gerar um ataque de doenças e matá-la, por isso ela vive em uma casa ambientada especialmente para ela, sob os cuidados, a vigilância e a companhia da mãe, que é sua própria médica, e de Carla, uma enfermeira que a conhece desde pequena.

“Você já imaginou como seria a sua vida se você pudesse mudar pelo menos uma única coisa?”

Madeline sente falta de todas as coisas que são normais na vida de qualquer adolescente: os amigos, o baile de formatura, a carteira de motorista, o primeiro beijo. E apesar de sua doença não ter nenhum sinal de cura, talvez ela mantenha a esperança de que algum dia as coisas mudem. Isso parece cada vez mais real quando uma nova família chega na vizinhança. Da janela do quarto, Maddie passa a observar todos os movimentos deles, principalmente os de Olly, um garoto de olhos tão azuis quanto o oceano e por quem ela tem certeza de que vai se apaixonar.

“A vida é um dom. Não se esqueça de vivê-la.”

Esse livro foi o meu primeiro contato com a autora Nicola Yoon e também uma das leituras mais rápidas que fiz durante esse ano. Os capítulos são curtos, narrados em primeira pessoa e muitos deles com ilustrações, gráficos, páginas de diário, trocas de e-mails e muitos outros recursos que a autora utilizou para tornar a leitura mais dinâmica. Dá pra ler num dia tranquilo, apesar das 300 páginas. O projeto gráfico do livro também está lindo! A editora Novo Conceito fez um belíssimo trabalho com a capa, diagramação, tradução, tudo! Fiquei especialmente apaixonada pelo marcador que veio. É uma gracinha!

Eu recomendo muito a leitura de Tudo e Todas as Coisas para quem gosta de romance, drama, conflitos familiares e protagonistas jovens. É muito fácil se encantar por essa história tão bem escrita e quase impossível não se colocar no lugar de Maddie e sentir pena dela. Da mesma forma que é simples admirar uma tomada de decisões que a fazem viver de verdade.

“Mas a diferença entre saber e ver pessoalmente é a diferença entre sonhar que está voando e voar de verdade.”  

Eu preferi não entrar muito nos detalhes desse livro porque ele é curtinho, então tenho receio de soltar algum spoiler e estragar a experiência de leitura de vocês. Tudo o que precisam saber sobre o livro já foi dito aqui. O resto é descoberta de vocês. E essa descoberta vocês vão fazer junto com a Madeline, afinal, o que ela mais deseja nessa vida é explorar o mundo exterior.

Mas eu não poderia concluir essa resenha sem dizer que o melhor nessa leitura, pra mim, foram as reflexões que ela me proporcionou. Tudo e Todas as Coisas é repleto de quotes que me fizeram parar e pensar em assuntos como riscos, desejos, escolhas e vida. Sobretudo a vida!

ME ENCONTRE TAMBÉM AQUI:

Instagram ❤ Facebook ❤ Google + ❤  Pinterest ❤ Skoob ❤ Twitter ❤  YouTube

Mil Beijos!

Páginas«1 ...111213141516171819... 34»
Páginas«1 ...111213141516171819... 34»

Helen Dutra - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021